Please reload

Posts Recentes

I'm busy working on my blog posts. Watch this space!

Please reload

Posts Em Destaque

GEOPROCESSAMENTO & SIG - O que é isso?

April 25, 2017

A evolução das ferramentas de SIG (Sistema de Informação Geográfica) nas últimas décadas propiciou grandes mudanças na relação entre homem e espaço. SIG pode ser descrito como sendo a interação entre um conjunto de programas computacionais, hardware, dados, metodologias e usuários. Já o geoprocessamento é qualquer aplicação que utilize ferramentas de SIG para processar dados coletados. A partir do tratamento desses dados, o usuário do geoprocessamento pode definir quais informações são de seu interesse, além de gerenciar e analisar informações geográficas usadas nas tomadas decisões. Em resumo, qualquer alteração ou extração de informações realizada em seus dados envolve o geoprocessamento.


Embora atualmente o uso de SIG esteja em evidência em diversos segmentos (Agricultura, Meio Ambiente, Segurança Pública, Serviços de Transportes, Telecomunicações, Marketing, Jornalismo, Saneamento, Obras de Engenharia, Setor de Turismo, Serviços de Emergência etc.), em um passado recente não era sim. Este tipo de tecnologia ficava restrito a grandes corporações e universidades. 


É importante destacar a grande mudança ocorrida a partir de 2000, quando começaram a surgir computadores mais potentes, houve a proliferação de diversos softwares, disponibilidade de dados e o lançamento de novos satélites juntamente com a integração da tecnologia de sensoriamento remoto. Um marco importante na popularização do SIG se deu com o surgimento dos programas open source, nos quais o software é disponibilizado de forma gratuita aos usuários. Além disso, as ferramentas open source possuem código livre, permitindo assim a qualquer usuário com conhecimento técnico na área de programação contribuir para a melhoria do software. Um outro fato muito relevante é a contribuição da empresa Google para este segmento. Em 2005, foi lançada a primeira versão do Google Earth, consistindo na junção de imagens de satélites e a sua visualização no formato 3D, cobrindo todo o globo terrestre.  A partir de então, todo usuário com acesso à internet passou a poder visualizar qualquer localidade do planeta sem sair de casa. O que no passado parecia ser apenas ficção científica, hoje faz parte do nosso cotidiano. Mesmo que não seja familiarizado com essas ferramentas, em algum momento você se beneficiará delas.

 

A tabela abaixo traz alguns exemplos de aplicação de Geoprocessamento: 

 

Fonte: Sistemas de Informação Geográfica e Geoprocessamento – UFF

 

 

Exemplo de uso e aplicação de SIG

 

Para quase todos os projetos que envolvam a utilização de SIG, existem certos passos a serem seguidos, que geralmente são agrupados em quatro etapas principais:

 

1- Determinar quais são os objetivos do projeto

  • Identificar qual é o problema a ser revolvido;

  • Definir critérios que possam ser mensuráveis;

  • Determinar a natureza dos dados que serão coletados.

 

2 - Construir um banco de dados e preparar os dados para análise

  • Identificar quais dados são relevantes;

  • Criar o banco de dados;

  • Adicionar dados espaciais e de atributo ao banco de dados;

  • Gerenciar e modificar os dados.

 

3 - Realizar a análise

  • Determinar qual metodologia e a sequência de operações;

  • Processar os dados;

  • Avaliar e interpretar os resultados;

  • Refinar a análise de acordo com a necessidade e gerar alternativas;

 

4 - Apresentar os resultados

  • O resultado final poderá ser apresentado por meio de mapas e tabelas.

 

Recentemente, o governo Federal solicitou a todos os proprietários de terras no Brasil que fizessem o Cadastro Ambiental de seus imóveis. Este cadastro teve como finalidade a criação de uma base de dados georreferenciada abarcando todos os imóveis rurais do país. Fazendo uso de uma ferramenta de SIG desenvolvida exclusivamente para tal finalidade e que continha imagens de satélites de todos os municípios do país, os donos de imóveis rurais puderam delimitar o perímetro de suas propriedades, demarcando as áreas de vegetação nativa, áreas de Preservação Permanentes (APP), área de Reserva Legal (RL) e também as áreas de Uso Restrito e áreas Consolidadas, conforme figura abaixo.

 

 

 

Agora que você conheceu alguns exemplos do uso e aplicação de SIG, que tal aprender mais um pouco sobre o assunto? Principais plataformas open source de SIG:

  1. Qgis http://qgis.org/en/site/

  2. gVSIG - http://www.gvsig.com/pt

  3. Whitebox GAT - http://www.uoguelph.ca/~hydrogeo/Whitebox/

  4. SAGA GIS - http://www.saga-gis.org/en/index.html

  5. GRASS GIS -https://grass.osgeo.org/

     

     

     

     

     

     

     

     

     


 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Representante exclusivo no Brasil:

WDL_LOGO.png

© 2019 OUT³ CREATIVE SOLUTIONS

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon